O salmo 91 é uma das passagens mais conhecidas da bíblia. Não é difícil chegar em uma casa, e encontrar em cima da estante uma bíblia aberta neste salmo. Nesta breve meditação, veremos as riquezas que podemos encontrar neste texto em três pontos importantes.

v1,v2: “Aquele que habita no abrigo do Altíssimo e descansa à sombra do Todo-poderoso pode dizer ao Senhor: “Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio”.” NVI

1. O que é o abrigo/esconderijo do Altíssimo?

2. Como estar no abrigo do Altíssimo?

3. Quais os benefícios de se habitar no abrigo do Altíssimo?

1. O que é o abrigo/esconderijo do Altíssimo?

  • Um abrigo é um lugar em que alguém pode se abrigar de algo que lhe é contrário;
  • Também pode ser chamado de esconderijo, um local onde alguém pode se esconder de um inimigo;
  • Proteção contra ventos, tempestades;

“Senhor, meu Deus, em ti me refugio; salva-me e livra-me de todos os que me perseguem,” Salmo 7:1

– Somba no deserto, refrigério durante a crise…

– Também chamado de Sombra do Todo-poderoso”, “refúgio” e “fortaleza”

“O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador; o meu Deus é o meu rochedo, em quem me refugio. Ele é o meu escudo e o poder que me salva, a minha torre alta. Clamo ao Senhor, que é digno de louvor, e estou salvo dos meus inimigos.”  Salmo 18:2,3

“Tens sido refúgio para os pobres, refúgio para o necessitado em sua aflição, abrigo contra a tempestade e sombra contra o calor quando o sopro dos cruéis é como tempestade contra um muro”. Isaías 25:4

Como escrito, o abrigo do Altíssimo é um lugar onde podemos nos abrigar de ventos e tempestades da vida que se levantam contra nós. É um esconderijo onde podemos nos esconder de nossos inimigos. É uma sombra onde podemos ter um momento de refrigério e alívio. É um refúgio para onde podemos fugir quando estamos em um “beco sem saída”, sem encontrar soluções para os problemas. É uma fortaleza onde encontramos proteção e segurança em meio ao perigo e à ameaça.

Entretanto, não é totalmente correto dizer que o “abrigo do Altíssimo” seja um lugar. O verso 9 do Salmo 91 diz: “Se você fizer do Altíssimo o seu abrigo, do Senhor o seu refúgio”. Na verdade, o próprio Deus é esse lugar. Não se trata de um lugar, então, mas, sim, de uma pessoa. Deus pode ser abrigo, esconderijo, sombra, refúgio e fortaleza para nós em períodos de tribulação.

2. Como estar no abrigo do Altíssimo?

  • Estar no abrigo é uma escolha pessoal e individual;
  • v9 explica essa condição:

“Se você fizer do Altíssimo o seu abrigo, do Senhor o seu refúgio,”

  • É possível abrigar em outras coisas, como: Ao cônjuge, aos pais, aos irmãos, aos parentes, aos amigos, aos irmãos em Cristo, ao dinheiro, aos bens materiais, ao emprego, ao chefe, às religiões, aos livros, aos médicos, aos psicólogos, ao sexo, às drogas, ao entretenimento, a nós mesmos. Algumas lícitas. Outras ilícitas. Mas nenhuma comparável ao abrigo do Altíssimo.
  • Como fazer de Deus o nosso abrigo? Os versículos 1 e 2 do presente salmo nos dão a resposta.
  • Primeiramente, é preciso habitar. Habitar no abrigo do Altíssimo. “estar em constante comunhão com Deus”;

Habitar: Morar; ter como residência fixa; Permanecer; fazer-se presente;

“Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas! Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não levando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação.” 2 Coríntios 5:17-19

  • Em segundo lugar, é necessário descansar. Significa encontrar nele momentos de alívio e refrigério mesmo em meio ao intenso calor do deserto;

Descansar: Livrar-se do cansaço, da fadiga, do trabalho;

“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu darei descanso a vocês. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. Mateus 11:28-30

  • Terceiro lugar, CONFIAR: O Salmo diz Tu és (…) o meu Deus, em quem confio;

Confiar: Crer; acreditar na verdade das intenções ou das palavras de alguém; Entregar alguma coisa aos cuidados de alguém em quem se confia;

“Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá” Salmo 37:5

“Os que conhecem o teu nome confiam em ti, pois tu, Senhor, jamais abandonas os que te buscam.” Salmo 9:10

3. Quais os benefícios de se habitar no abrigo do Altíssimo?

  • Os versículos 3 a 8 e 10 a 13 do Salmo 91 listam uma série de benefícios de se habitar no abrigo do Altíssimo.
  • Livramento, segurança, proteção, cuidado. São esses os benefícios que encontra aquele que habita no esconderijo do Altíssimo.

Que através desta simples meditação, o Senhor Jesus possa continuar abençoando a sua vida e a vida de sua família. Deus em Cristo vos abençoe.